– Brinquedo é Cultura?

A Cultura é um conjunto de conhecimento adquirido, de estruturas sociais, religiosas, manifestações intelectuais e artísticas. Engloba tudo o que um povo aprende, produz e adota como habito de vida.
Talvez os brinquedos sejam a representação maior de cultura de um povo, onde eles expressam a função social , o significado, e a mensagem que eles desejam que as crianças  interpretem.
Brinquedos começam a contar a historia de seus povos desde as primeiras pinturas rupestres.
Seria uma manifestaçao artística os japoneses ha mais de 6.500 anos fazerem bolas de fibra de bambu e os chineses de crinas de animais?
Seria manifestação intelectual ha mais de 3 mil anos, brinquedos como bumerangue e ioiô, já serem usados como instrumentos de caça; a pipa, como sinalizados de batalhas; e pouco tempo depois se transformarem em brinquedos com os mais diversos tipos de materiais?
Seriam manifestações folcloricas as bonecas na pré-história serem usadas como objetos ritualísticos, e a 4 mil anos atrás ser transformada em brinquedo? Relatando ainda as diferentes roupas, que por motivos mais culturais que de necessidade, eram diferentes em cada civilização, e passadas de geração à geração?
O que seriam as casinhas de bonecas expressando fielmente toda arquitetura da época, louças, moveis, objetos, e utensílios; soldadinhos de chumbo representando as principais batalhas,  eventos importantes e miniaturas de animais importantes no dia a dia, forjados e pintados um a um?        E as miniaturizações que foram acompanhando toda a evolução de materiais e tecnologia, como a evolução dos carros, barcos, trens, aviões, eletrodomésticos? Muitas vezes feitos e pintados a mão.
E os sonhos da década de 50, quando o homem desejava ir a lua e transformava em brinquedos toda sua ilusão e criatividade nas naves, discos voadores e ET’s?
Na década de 50 a TV passou a ser o foco de entretenimento familiar, e os brinquedos se integraram de tal forma com filmes e desenhos de TV e cinema, que hoje o licenciamento de produtos transformados em brinquedos as vezes são mais lucrativos que os próprios filmes, como aconteceu com Star Wars, Ursinho Puff, Mickey e outros.

E se conseguimos distinguir uma miniatura de carruagem francesa de uma americana simplesmente pela cultura do povo?  As carruagens americanas tinham cavalos em movimento, com crinas esvoaçantes, porque os cavalos foram muito importantes na cultura americana, e as carruagens retas,  com simples litografias, eram muito práticas!    Nas francesas, os cavalos mais estáticos, e as carruagens com uma riqueza de detalhes que iam de bancos revestidos, enfeites, delicadamente pintadas, eram a expressão do luxo com o bom gosto.

Creio que grande representante de cultura nos brinquedos são também os autômatos, que desde o século XVIII vêem encantando o mundo todo. Cada figura era meticulosamente decorada e customizada, feitas individualmente, como um trabalho de arte e exibidas no mais alto nível, e são objetos tão raros que são quase impossíveis de dar um valor.
No final do sec XIX e começo do sec. XX, célebres artesões como Théroude, Phalibois, Lambert, Renou, Roullet-Decamps, Vichy e Bontemps, realizaram numerosas criaturas com performances empolgantes, que foram inspiradas na vida parisiense e no mundo do espetáculo: magia, circo e music-hall.     Eram quadros vivos e figuras mecânicas que imitaram ou parodiaram a vida contemporânea.
A moda feminina era minuciosamente pintada, os sapatos com fivelas e as luvas eram cópias idênticas, acabamentos com detalhes nas roupas de autômatos que não eram encontrados em nenhum outro país. Os autômatos tocadores de música interpretavam famosos compositores da época.
O período de ouro dos autômatos foi o século 19, quando fabricantes franceses, alemães e suíços exportavam uma imensidão de figuras super coloridas e apresentavam por todo o mundo. Era luxúria, música e encantamento num mecanismo complicado e com acessórios e roupas extravagantes, cada qual demosntrando em arte suas inpirações.

Abaixo um video da “Tocadora Saltério” de Kintzing e Roentgen, construída na Alemanha, em 1784 para a rainha Maria Antonieta, usando um lindo vestido de seda da época, feito com tecido do vestido da própria Maria Antonieta Atualmente no Musée des Arts et Métiers, em Paris. Ela interpreta 8 melodias diferentes.

Se desenho, poesia, musica, magia e costumes é cultura…….

Dança é cultura?

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: